| Em 08/05/2018

Abertas inscrições para Colóquio internacional de sociologia sobre Pierre Bourdieu

Até o dia 15 de maio é possível fazer a inscrição para o colóquio internacional “Um projeto para as ciências sociais: o ofício de sociólogo e o trabalho sociológico de Pierre Bourdieu”, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) por meio do edital Proeventos. O evento tem início no dia 15 e vai até o dia 17, e terá lugar no auditório do EFI, no campus de Florianópolis.

O objetivo do evento é ampliar e consolidar redes de pesquisa e trocas científicas interinstitucionais, nacionais e internacionais, que tenham por objeto o problema dos fundamentos do trabalho científico, as modalidades de institucionalização e as condições de autonomização do campo universitário e científico. O público-alvo do colóquio são estudantes de graduação e pós-graduação, professores e servidores da UFSC, de outras instituições de Santa Catarina e de outros estados. O Colóquio visa incentivar o debate sobre o fazer sociológico, analisando a recepção, os desdobramentos e as possibilidades da prática científica nos moldes defendidos por Pierre Bourdieu e sobre as possibilidades e dificuldades para que as ciências sociais possam se afirmar como uma ciência como as outras ciências.

No colóquio serão debatidos os legados e contribuições do trabalho sociológico de Pierre Bourdieu, buscando estabelecer um diálogo entre pesquisadores em torno de dois eixos temáticos: os aportes teóricos e metodológicos de Pierre Bourdieu e suas contribuições para se pensar objetos de pesquisa e contextos históricos variados; e o contexto de produção de pesquisas em ciências sociais no Brasil e na França, e os legados do trabalho sociológico de Pierre Bourdieu. “No ano de 2018 comemora-se o 50º aniversário do Ofício de Sociólogo, obra que constitui uma tomada de posição fundamental na definição de um projeto de ciências sociais que marcaria a trajetória de todo um grupo de pesquisadores ligados a Pierre Bourdieu”, explica o professor Rodrigo da Rosa Bordignon, organizador do evento.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da Fapesc.