| Em 21/05/2018

Bolsista da Fapes recebe título Q-Grader

A cafeicultura é a principal atividade agrícola do Espírito Santo, desenvolvida em quase todos os municípios capixabas.  E ajudar no processo de transferência de conhecimento e fomentar um ambiente de inovação da monocultura cafeeira é uma combinação digna de premiação. Foi o que aconteceu com a bolsista de Iniciação Científica e Tecnológica (ICT) Marina Gomes de Castro, a primeira aluna do curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos (CTA) a obter o título de Q-Grader.

Q-Graders são provadores e classificadores de café reconhecidos mundialmente pelo Coffe Quality Institute. Sua formação não é fácil e envolve também o conhecimento de todas as etapas de produção de café.

Atualmente no terceiro período, Marina vem se dedicando à área de pesquisa em cafés especiais, centralizada no Laboratório de Análise e Pesquisa em Café (LAPC), sob orientação do professor Lucas Louzada, por meio do Edital Fapes 03/2017 – Universal.

Para o Professor e coordenador do projeto, Lucas Louzada, “ter alunos com esse potencial, com essa envergadura, só reforça o papel das instituições públicas no Brasil. Tanto as de apoio e fomento à pesquisa, quanto instituições de ensino como formadoras de mão de obra de qualidade de capital intelectual e capital humano”.

Junto à Marina e ao professor Louzada, outros alunos do curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos (CTA) já conquistaram este título. Dério Brioschi, Luiz Henrique Pimenta, João Paulo Marcate e Maico Teodoro, alunos do sétimo período, também se dedicam ao estudo e ao desenvolvimento de pesquisas nesta área, que está em crescente e avançado desenvolvimento no Campus Venda Nova do Imigrante –ES.

Saiba mais:
Q Grader: Termo pode ser traduzido como “Avaliador Q” (Q de “Qualidade) e se refere a uma certificação mundial dada a profissionais de classificação e degustação de cafés. Ela pertence ao “Q Grader System”, uma série de exames práticos desenvolvidos pelo Instituto de Qualidade do Café (CQI, na sigla em inglês), órgão que trabalha para uma maior qualidade cafeeira.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Imprensa – Fapes.