CNPq e Rússia reforçam parceria em CT&I

A parceria entre Brasil e Rússia foi reforçada nessa segunda-feira, 14, com a assinatura de Memorando de Entendimentos entre o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Agência Russa de Pesquisa Básica – RFBR.

A celebração do acordo aconteceu durante a participação do presidente do CNPq, Mario Neto Borges, na 7a Reunião Anual do GRS – Global Research Council, na capital russa, Moscou.

“O CNPq e a RFBR são as agências financiadoras das chamadas dos BRICS e o acorda dará mais impulso às parcerias promovidas por esse bloco”, afirmou Mario Neto.

O CNPq já lançou duas chamadas no âmbito dos BRICS (bloco de cooperação formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). A primeira, em 2016, ofereceu R$ 1,2 milhões para projetos das áreas temáticas voltadas para pesquisas em Recursos Hídricos e Tratamento da Poluição; Tecnologia Geoespacial e suas aplicações; Energias Novas e Renováveis e Eficiência Energética; Biotecnologia e Biomedicina incluindo Saúde Humana e Neurociências; Tecnologias de Informação e Computação de alta performance; e Ciência e Tecnologia Oceânica e Polar. Ao todo, foram apoiadas sete propostas.

Em outubro de 2017, uma segunda chamada foi lançada e as propostas estão sendo avaliadas. A previsão de fomento nessa nova seleção é de R$ 1,85 milhões.

Fonte: Coordenação de Comunicação Social do CNPq.