| Em 23/07/2018

Confap participa da 70ª Reunião Anual da SBPC

A capital de Alagoas, Maceió, recebe entre os dias 22 e 28 de julho, a 70ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O evento é considerado o maior encontro de ciências da América Latina e reúne pesquisadores, professores e estudantes, além de instituições de ensino e pesquisa, e agências federais e estaduais de fomento, incluindo o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), no conjunto de suas Fundações.

Além de participar em mesas e debates dentro da Programação Científica, o Confap também expõe na Expot&C, mostra de ciência, tecnologia e inovação (C,T&I) que reúne diversos expositores, como universidades, institutos de pesquisa, agências de fomento, entidades governamentais, setor empresarial e outras organizações interessadas em apresentar novas tecnologias, produtos e serviços. Em seu estande, o Confap apresenta seu trabalho na articulação das Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) e participam, neste ano, da Expot&C, as Fundações dos Estados de Goiás (Fapeg), Maranhão (Fapema), Mato Grosso (Fapemat), Mato Grosso do Sul (Fundect), Minas Gerais (Fapemig), Paraíba (Fapesq), Paraná (Fundação Araucária), Piauí (Fapepi) e do Distrito Federal (FAPDF). As Fundações de Alagoas (Fapeal), anfitriã do evento, e de São Paulo (Fapesp), também mantém cada um seu estande dentro da mostra.

Dirigentes de algumas FAPs no estande do Confap. Foto: Letícia Santana.

De acordo com a presidente do Confap, Maria Zaira Turchi, a participação apresenta um pouco do trabalho das Fundações no fomento à pesquisa científica, tecnológica e de inovação, e da articulação feita pelo Conselho junto aos parceiros nacionais e internacionais para a disponibilização de fomento aos pesquisadores. Além disso, tem um caráter especial por comemorar os 70 anos da SBPC, entidade que sempre lutou pela criação e manutenção das FAPs nos Estados.

Abertura
No domingo, dia 22, foi realizada a solenidade de abertura do evento, com a presença de cerca de mil pessoas no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, e transmissão ao vivo pelas redes sociais, com alcance de 20 mil pessoas pelo Youtube e Facebook da SBPC. A mesa de abertura foi composta por autoridades nacionais e locais, incluindo a presidente do Confap, professora Maria Zaira Turchi. O tema da Reunião deste ano é “Ciência, Responsabilidade Social e Soberania”.

Solenidade de abertura da 70ª Reunião Anual da SBPC. Foto: Letícia Santana.

Em seu discurso, o presidente da SBPC, Ildeu Moreira, ressaltou a importância da SBPC para a sociedade brasileira na defesa do investimento na ciência, tecnologia e inovação, motores do desenvolvimento econômico e social. Nesse sentido, criticou a postura dos poderes executivo e legislativo em manter cortes nos orçamentos de entidades propulsoras desse desenvolvimento, como as universidades e as agências de fomento. “Os cortes orçamentários na área de ciência, tecnologia e inovação, e na educação são insustentáveis. Estamos vivendo um momento de crise, de redução drástica de recursos. O quadro é dramático”, pontuou. Para ele, é preciso uma maior mobilização por parte da comunidade científica e da sociedade, especialmente por ser um ano eleitoral, em que as discussões devem entrar no centro do debate para a escolha dos novos governantes.

Para o presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Luiz Davidovich, é o momento oportuno para fazer pressão sobre o orçamento de Ciência, Tecnologia e Inovação e da Educação. “Essa falta de investimentos tem prejudicado o crescimento do PIB, que poderia reduzir a dívida e tirar o Brasil da crise em que se encontra. Não podemos pegar essa estrada em alta velocidade para o passado”, exclamou.

Presente na abertura, o ministro da Educação, Rossiele Soares, ponderou também a importância do investimento por parte do Ministério na inclusão do tema Ciência dentro da educação básica, assim como as matérias de Língua Portuguesa e Matemática. Além disso, destacou a necessidade de se lutar pela possibilidade das universidades terem arrecadação própria, inclusive para viabilizar a pesquisa científica.

Representando o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Mário Neto Borges lembrou que o sistema avançou na desburocratização com a criação do Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação, mas que agora é preciso ir a campo buscar por aumento nos orçamentos para a área.

Com discurso unânime na necessidade de investimentos e contra o corte de orçamentos na área de Ciência, Tecnologia e Inovação, participaram ainda da solenidade o governador de Alagoas, Renan Filho; o prefeito de Maceió, Rui Palmeira; a presidente da Associação Nacional de Pós-Graduandos, Flávia Calé; o deputado Celso Pansera; a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valéria Correia; e o representante do Ministério da Saúde, Marco Antônio de Araújo. Também compuseram a mesa o presidente da Fapeal, Fábio Guedes; e representantes da Finep, Sebrae e da SBPC.

Elisaldo Carlini, um dos cientistas homenageados da noite. Foto: Letícia Santana.

Durante a solenidade também foram homenageados os cientistas já falecidos: José Leite Lopes, que contribuiu para a consolidação da Física no Brasil; Nise da Silveira, com seu trabalho na introdução à terapia ocupacional como tratamento psiquiátrico, alternativo às terapias de choque utilizadas até então; e Ana Maria Fernandes, falecida neste ano, por seu trabalho na área da Sociologia e estudo da comunidade científica. Também foi homenageado o cientista Elisaldo Carlini, que participou da cerimônia. Carlini é médico e dedicou sua carreira a estudar fitoterápicos, dando importantes contribuições aos estudos sobre o uso da maconha medicinal no tratamento de doenças.

A programação da SBPC continua até sábado, dia 28 de julho. A expectativa da organização é de que passem pelo evento cerca de 16 mil pessoas durante toda a semana. A edição é comemorativa em celebração aos 70 anos da entidade.

Coordenação de Comunicação Social do Confap