| Em 22/05/2019

EmergeLabs quer levar pesquisa da bancada ao mercado

A primeira edição do EmergeLabs Eurofarma está no ar! Serão selecionadas até 16 equipes de toda a América Latina que buscam levar seus projetos de pesquisas científica da bancada até o mercado. As inscrições podem ser feitas pelo site http://emerge.org.br/  até 31 de maio.

O programa é realizado desde 2017 e a Eurofarma, uma das farmacêuticas que mais investe em inovação no País e está presente em 20 países, passa a apoiar a iniciativa reforçando seu compromisso com o desenvolvimento do ecossistema de inovação. “Acreditamos na união da ciência e tecnologia com a inovação. Diversos cientistas e pesquisadores trabalham para alcançar a sociedade a partir de suas pesquisas e, com o programa, estamos oferecendo a possibilidade de serem os vetores de toda essa transformação”, comenta Martha Penna, vice-presidente de Inovação da Eurofarma.

“O EmergeLabs Eurofarma é um programa desenvolvido especialmente para quem quer levar sua pesquisa ou tecnologia do laboratório até o mercado, gerando impacto e receita. Nosso grande objetivo é proporcionar uma profunda experiência em inovação, empreendedorismo, mercado, propriedade intelectual, formação de time e outros temas especialmente desenvolvidos”, complementa Guilherme Rosso, presidente da Emerge.

O Programa – Serão selecionadas até 16 equipes com, no mínimo dois integrantes e, no máximo, cinco, sendo, pelo menos uma, obrigatoriamente cientista ou pesquisador(a). Podem participar do programa estudantes e pesquisadores na graduação, no mestrado, doutorado ou pós-doutorado, bem como empreendedores e gestores, não importando o seu nível de especialidade, mas o potencial de impacto da equipe e do projeto.

O programa está dividido em processo de seleção (inscrições, avaliação e entrevistas), cinco etapas presenciais, mentoria e acompanhamento. Os encontros presenciais serão realizados na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade – FEA – USP.

Os projetos serão avaliados seguindo os critérios:

  • Impacto: projetos que possam mudar significativamente a vida e o trabalho das pessoas ou o funcionamento das organizações, ou projetos com impacto global e não apenas um impacto em uma área de pesquisa;
  • Criatividade: a maneira pela qual os candidatos enfrentam problemas e desenvolvem soluções reais;
  • Audácia: pessoas audaciosas com uma história de feitos, perdidos e vencidos, com um espírito contínuo de perseverança;
  • Atualidade: foco no que estão fazendo hoje, não pelos projetos que conduzidos no passado;
  • Comunicação: ideias claras a serem comunicadas e explicadas com sucesso, a fim de alcançar financiadores, consumidores e o público em geral.

A divulgação das equipes selecionadas acontecerá em 13 de junho. Os resultados de cada etapa e as convocações para as etapas subsequentes serão comunicados por e-mail. Em algumas oportunidades, de acordo com a necessidade, serão feitos contatos por telefone.

“Queremos ampliar o relacionamento com a comunidade científica e acadêmica, estabelecendo novos marcos para a sociedade. Acreditamos no potencial e na capacidade dos pesquisadores da América Latina e estamos dispostos a apoiar no desenvolvimento da ciência da região”, finaliza Martha Penna.

Para saber mais, acesse: http://emerge.org.br/