Empresa que recebeu recursos do Programa Tecnova – PR é selecionada para participar do EXPO2020, em Dubai

A empresa F123 Consulting – que recebeu recursos do Programa – PR – e criou o software F123 Access CRM, que expande a funcionalidade do complemento de navegador web F123 Access para melhorar a acessibilidade do sistema de relacionamento com clientes SuiteCRM foi selecionada para participar do evento EXPO2020, que será realizado em Dubai.  No último dia 14/03, o representante da EXPO2020 Yousuf Caires e o proprietário da empresa F123 Consulting Fernando Botelho estiveram reunidos com o diretor administrativo e financeiro da Fundação Araucária José Carlos Gehr e com o coordenador da Agência Tecnova – PR Osmar Muzilli para comunicarem este grande ganho para a inovação paranaense.

O evento é realizado a cada cinco anos, durante seis meses, e atrai milhões de visitantes para explorar inovações, ideias e avanços científicos e tecnológicos. A EXPO promove a indústria nova e atual e tem como objetivo máximo proporcionar mudança global.

Com o tema: Conectar mentes, criar o futuro, fará com que Dubai seja o centro das atenções porque a cidade sedia um fórum para discutir questões globais importantes como sustentabilidade, mobilidade e oportunidade. Essa será a primeira vez que o evento será realizado no Oriente Médio.

O F123 Access CRM permite que o usuário com deficiência visual use o CRM sem a necessidade de esperar que os desenvolvedores do sistema arrumem os diversos problemas de acessibilidade da interface do software. Além de melhorar a acessibilidade do SuiteCRM, o F123 Access também permite melhorar a acessibilidade de uma enorme variedade de páginas web, de forma automática, em muitos casos.

“Temos seis milhões de pessoas que possuem baixa visão e 500 mil cegos no Brasil, sendo que nove em cada 10 não têm acesso à educação, todo este panorama fez com que tivéssemos esta ideia que beneficie estas pessoas que acabam não podendo utilizar da tecnologia de forma apropriada. Partimos do princípio de que para grande parte da população, a tecnologia facilita, mas para os deficientes visuais, ela possibilita acessos. E quando recebemos a notícia de que nossa empresa tinha sido selecionada para um evento de tamanha magnitude como a EXPO2020, tivemos a certeza de que o trabalho realizado atendeu nossas expectativas”, destacou o proprietário da empresa, Fernando Botelho que também é deficiente visual.

O Tecnova – PR contou com o recurso total de R$ 22,5 milhões, sendo R$ 15 milhões providos pela FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) e R$ 7,5 milhões pelo Governo do Estado do Paraná por meio da Unidade Gestora do Fundo Paraná (UGF) vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI). O programa constitui uma oportunidade de identificar novas ideias e estimular novos talentos (muitas vezes anônimos) presentes no âmbito das micro e pequenas empresas de base tecnológica. O Paraná foi o Estado que mais recebeu submissões de projetos quando o edital foi aberto – mais de 200 – fato que demonstra o perfil e a capacidade inovadora regional. Das 60 empresas que finalizaram seus projetos, 18 já possuem patentes.

Fonte: Comunicação Fundação Araucária.

Tags: