| Em 09/10/2019

Fapemat e SES realizam seminário de avaliação do programa de pesquisas do SUS

Foto: Widson Ovando

A Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Mato Grosso( Fapemat), Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT), Ministério da Saúde e CNPq realizam nesta terça e quarta, 8 e 9 de outubro, o Seminário de Avaliação Parcial do programa Pesquisas para o SUS- Gestão compartilhada em Saúde/PPSUS.

O PPSUS tem como objetivo realizar pesquisas no âmbito do Sistema Único de Saúde(SUS), este seminário parcial de avaliação é feito para acompanhar o desenvolvimento dessas pesquisas aprovadas, junto com a Secretaria de Saúde e especialistas locais e nacionais analisam como está sendo desenvolvidas, se o pesquisador está tendo alguma dificuldade, podendo assim encontrar soluções para o melhor desenvolvimento final das pesquisas.

“O papel da Fapemat é apoiar e incentivar projetos, idéias e propostas que podem melhorar especificamente no caso do PPSUS os serviços na área de saúde. Dentro das Políticas Públicas vamos continuar incentivando para a melhoria e qualidade no atendimento a população, sempre preocupamos com o delineamento para um resultado final efetivo para que a sociedade possa realmente sentir a importância das pesquisas e seus benefícios para uma melhor qualidade de vida”, ressalta o presidente Adriano Silva.

A Coordenadora Nacional do PPSUS do Ministério da Saúde Marge Tenório, explica que essa avaliação é uma etapa do processo, este programa veio exatamente para empoderar a Ciência e a Tecnologia nos estados voltados para a saúde, fortalecendo os grupos de pesquisas nessa área, mudando o fluxo dos recursos da ciências, que acontecem geralmente nas regiões Sul e Sudeste quando são lançados os grandes editais nacionais, o PPSUS veio para que cada estado possa definir as suas prioridades de pesquisas com base nos agravos que tem, e que possa favorecer seus pesquisadores e as universidades locais com participação dos Governos Federal e Estadual.

O programa é feito por chamadas públicas, assim todos os pesquisadores do Estado podem participar desde que tenham vínculo institucional com uma universidade da região, e seguir todo o processo de contratação destas pesquisas, o acompanhamento é feito durante todo o processo por especialistas na área de saúde, para que ao término ela seja incorporada no Sistema Único de Saúde (SUS).

Dra. Suzana Rachel de Oliveira, analista de Ciência e Tecnologia do CNPq no programa PPSUS, destaca a importância das pesquisas na área de saúde para diminuir as desigualdades regionais nesse campo nos estados, neste momento de avaliação é importante para vermos os resultados e ajustar o necessário contribuindo para o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia.

Fonte: Comunicação Fapemat.