| Em 24/09/2015

FAPEMIG é homenageada pelo apoio oferecido ao Vale da Eletrônica

O Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica (SINDVEL), em comemoração aos seus 25 anos, realiza, hoje (18), encontro que, além de celebrar o seu aniversário, também visa atrair mais investimentos e estimular a competitividade e a inovação dos produtos de base tecnológica fabricados no município.

Na oportunidade, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), representada pelo Gerente de Inovação, Heber Pereira Neves, será homenageada em função do apoio oferecido nos últimos anos ao Vale da Eletrônica.  A Fundação sempre esteve presente na cidade, financiando projetos de pesquisa científica e tecnológica em função da qualidade das propostas apresentadas pelo Instituto Nacional de Telecomunicações (INATEL) e pelas empresas que fazem parte do SINDVEL.  Para o presidente da FAPEMIG, Evaldo Vilela, as empresas do local são inovadoras e dinâmicas, fruto do empreendedorismo dos empresários que integram o SINDVEL. “Se o país contasse com a força empreendedora de instituições atuantes – como o SINDVEL, o INATEL e a Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa – seríamos mais avançados do ponto de vista tecnológico e em relação ao bem-estar proporcionado à população”, declara Evaldo Vilela. Ainda, segundo o presidente, esta homenagem é muito gratificante e um reconhecimento da sociedade pelo empenho da FAPEMIG para construir um Estado mais tecnológico e inovador.

Existe projeto para a criação de um parque tecnológico em Santa Rita do Sapucaí, na região Sul de Minas, com previsão de investimentos de cerca de R$ 6 milhões. O SINDVEL também pretende estabelecer um acordo de cooperação com 30 prefeituras do Sul do Estado para promover o desenvolvimento integrado das cidades da região. A proposta a ser apresentada ao governo faz parte de uma série de ações desenvolvidas pelo sindicato ao longo da sua trajetória e, de acordo com o presidente da entidade, Roberto de Souza Pinto, o intuito do projeto é alavancar ainda mais o potencial das indústrias do Vale da Eletrônica, sobretudo no acesso ao capital. “A condição de parque tecnológico permite a captação de recursos de forma mais competitiva, com taxas que viabilizam o crescimento, além de abrir caminhos para investimentos externos em nosso Arranjo Produtivo Local (APL)”, afirma.

O evento conta, ainda, com o lançamento do livro que retrata a história do Vale da Eletrônica. A obra mostra, entre outros detalhes, como o cluster (concentração de instituições que se comunicam por possuírem características semelhantes ou complementares que coabitam o mesmo local) se tornou um dos principais polos de tecnologia do país, referência mundial em inovação, e que possui uma ambiência propícia para o surgimento de novas empresas que se destacam cada vez mais nos cenários nacional e internacional.

O livro foi desenvolvido através de uma extensa pesquisa e 74 entrevistas realizadas com moradores, autoridades e investidores que acompanharam de perto todo o processo de desenvolvimento do Vale da Eletrônica. Para Roberto de Souza Pinto, a obra vem marcar não só o aniversário do sindicato, mas a conquista de milhares de pessoas que viram suas vidas se transformarem com o desenvolvimento do APL. “Esse livro não conta apenas uma história, ele mostra o esforço das pessoas para fazer crescer um município de apenas 40 mil habitantes e transformar o futuro de todos. Santa Rita é reconhecida mundialmente e aqui temos uma fábrica de talentos”, finaliza o presidente do SINDVEL.

Fonte: Assessoria de Comunicação FAPEMIG