Fapero abre inscrições para o Programa de Pesquisa em Gestão Compartilhada para o SUS

Foto: Jeferson Mota.

A Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero), em parceria com o Ministério da Saúde (MS), torna pública a chamada de pesquisadores a apresentarem projetos de pesquisa, no âmbito do Programa Pesquisa para o SUS: gestão compartilhada em saúde (PPSUS). O presidente da Fapero, Francisco Elder de Souza Oliveira, explicou que o objetivo é apoiar financeiramente a execução de projetos de pesquisa que promovam a formação e a melhoria da qualidade de atenção à saúde no estado. As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor estimado de R$ 400 mil.

O edital pode ser conferido Aqui.

O PPSUS tem por finalidade fortalecer as capacidades locais de pesquisa, apoiar o desenvolvimento de projetos que busquem soluções para os problemas e necessidades dos sistemas e serviços de saúde, desconcentrar o investimento destinado à Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde (CT&IS) e financiar pesquisas em temas prioritários nas áreas de gestão e atenção à saúde. “Assim, o Programa busca atender às peculiaridades e especificidades de cada estado, na perspectiva do fortalecimento da Política Nacional de Saúde”, acrescentou o presidente da Fapero.

Segundo ele, esse é o terceiro recurso do PPSUS que o estado recebe. Os outros dois programas executados nos anos de 2014 e 2016 foram cumpridos cem por cento das normas estabelecidas pelo governo federal. “Por isso a importância da Fapero nos avanços científicos e tecnológicos, ainda que pouco conhecido pela maioria da população”enfatizou.

“A entidade tem mais de R$ 45 milhões aplicados em pesquisa até 2019; tem mais de 300 alunos graduados e pós-graduados que estão com bolsas apoiados pelo governo do estado que tem compromisso com a pesquisa na solução de problemas locais, para o bem estar da nossa população”, destacou o presidente da Fapero.

Propostas PPSUS
As propostas devem ser apresentadas sob a forma de projetos de pesquisa e enviadas em versão eletrônica e impressa. O envio das propostas por meio eletrônico deve ser feito por intermédio do formulário eletrônico contido no Sistema de Informação de Ciência e Tecnologia em Saúde (SISC&T), disponível na página do Ministério da Saúde, no endereço http://portal2.saude.gov.br/sisct/ (clicar no banner “PPSUS – Programa Pesquisa para o SUS” e depois na “Chamada 001/2018 FAPERO – PPSUS”).

O limite para apresentação das propostas será até às 22h59 (horário local) do dia 25 de março e para entrega da documentação complementar impressa na Fapero até às 13h30 do dia 26 de março; sendo que a divulgação dos resultados finais será através da página da Internet da Fapero e no Diário Oficial do Estado, assim como as contratações das propostas aprovadas, a partir de julho/2018.

“Não serão aceitas propostas que não forem submetidas via internet e após o prazo final para recebimento das propostas, nenhuma proposta nova será recebida. Por isso, recomendamos o envio com antecedência, uma vez que a Fapero não se responsabilizará por propostas não recebidas em decorrência de eventuais problemas técnicos e congestionamentos da rede Web”, esclareceu Francisco Helder, presidente da Fapero.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia (texto: Marilza Rocha).

Tags: