Fapes, Ufes e Vale assinam Protocolo de Intenções para implantação do Centro de Estudos Climáticos Avançados do Espírito Santo

Para potencializar pesquisas, promover o desenvolvimento científico e tecnológico, e visando o fortalecimento da inovação no Espírito Santo, o Governo do Estado – por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) –, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e a Vale assinaram, na última quinta-feira (05), um Protocolo de Intenções.

O acordo trata da implantação do Centro de Estudos Climáticos Avançados do Espírito Santo, que ficará localizado nas dependências da Ufes. O Centro vai realizar pesquisas que unem o clima às diversas áreas de estudos, como agricultura, logística, saúde entre outros.

Em discurso, o governador Paulo Hartung foi cético e disse aguardar a criação imediata do Centro de Estudos Climáticos. “Este será um momento histórico se transformarmos esse papel em realidade. Quero conclamar para assinarmos um papel em definitivo nos próximos 30 dias. Aqui é uma intenção, mas devemos sair do gesto para o concreto e rapidamente. É um tema que desafia o planeta. Podemos trabalhar unindo a Universidade, Governo do Estado e a Vale. Estou feliz, mas quero ver funcionar e viabilizarmos o Centro de Estudos”, ponderou o governador.

O diretor-presidente da Fapes, José Antônio Bof Buffon, acrescentou que a climatologia é uma das áreas mais proeminentes da fronteira científica na atualidade. “Estamos vivendo um processo preocupante de mudança climática, que impactará todas as dimensões da sociedade. No caso do Espírito Santo, em particular, as consequências das mudanças climáticas na agricultura e no gerenciamento costeiro são mais do que evidentes”, destacou.

Para o reitor da Ufes, Reinaldo Centoducatte, a parceria entre as instituições potencializa novas ações objetivando o desenvolvimento científico e tecnológico do Espírito Santo. “O protocolo de intenções articulado pelo Governo do Estado é um passo inicial muito importante. Este movimento, certamente, impulsionará a pesquisa numa área fundamental, que são os estudos climatológicos. Receber o Centro de Estudos Climáticos na Ufes, nos possibilita promover a integração multidisciplinar de diferentes áreas de pesquisa em torno da temática do clima”, destacou.

Acordo
No Protocolo de Intenções assinado entre a Fapes, a Vale e a Ufes, cada instituição parceira se responsabiliza em contribuir com determinado recurso. Para o Centro de Estudos, a Fapes vai lançar edital contemplando a concessão de três bolsas de mestrado, duas de doutorado e uma de pós doutorado. A Ufes vai disponibilizar um espaço no Campus de Vitória para a implantação do Centro de Estudos Climáticos Avançados. A ideia é que as atividades na instituição iniciem no primeiro semestre do ano que vem.

O gerente-executivo de Tecnologia e Inovação da Vale, Luiz Mello, destaca a importância dessa parceria público-privada voltada para estudos climáticos. “Queremos contribuir para a consolidação das instituições científicas, para avançar e divulgar conhecimento e buscar ações de mitigação que possam diminuir os efeitos dos eventos climáticos”, destaca Mello.

Já a Vale aportará recursos à Fapes para viabilizar a participação do pesquisador Carlos Nobre, engenheiro eletrônico pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), PhD pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), e referência internacional em climatologia, que atuará como coordenador da implantação do centro.

Fonte: Comunicação Fapes.

Tags: