Fundação Araucária realiza seminário final de avaliação dos projetos do PPSUS

A Fundação Araucária, em parceria com o Ministério da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde (SESA) está promovendo, entre os dias 15, 16 e 17, na Escola de Saúde, a avaliação dos seminários finais referentes aos projetos que receberam recursos do Programa de Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS), em 2013.

“Os investimentos aplicados nestes projetos possibilitaram atingirmos resultados importantes no que diz respeito ao desenvolvimento científico e tecnológico em saúde no Paraná. Com destaque para a aproximação entre os sistemas estaduais de saúde, ciência e tecnologia e a mobilização da comunidade acadêmica da área da saúde para o desenvolvimento de projetos de pesquisa em temas considerados prioritários para a população de diferentes regiões paranaenses. Estamos trabalhando para o lançamento de mais edição do PPSUS para o ano que vem”, disse o diretor científico da Fundação Araucária, Nilceu Jacob Deitos.

A contrapartida da SESA é a promoção de seminários temáticos de pesquisa do PPSUS em Curitiba para apresentação e discussão dos temas em estudo. E também a edição de uma publicação especial (livro ou periódico) para apresentação e disseminação dos resultados das pesquisas financiadas nesta Chamada. O seminário também contou com a presença de representantes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), também parceiro desta iniciativa.

“Com a aplicação e desenvolvimento desses projetos focados nas necessidades reais e regionais, o resultado acaba sendo mais imediato e eficaz. Por esse motivo, o investimento no pesquisador e na pesquisa torna-se fundamental”, destacou o representante do Ministério da Saúde e coordenador do PPSUS no Paraná, Cremildo Baptista.

Dentre os projetos apresentados está o do professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Nelson Nardo Junior, relacionado ao Programa multiprofissional de tratamento da obesidade em adolescentes: ensaio de eficácia “O nosso projeto quer também mostrar à população de que a obesidade não deve ser tratada como algo comum e que todos possam opinar a respeito da cura, é algo extremamente sério e que precisa ser estudado minuciosamente”, informou Nelson.

A banca avaliadora dos projetos é formada por representantes do Ministério da Saúde, da Fundação Araucária, da Secretaria Estadual da Saúde, professores paranaenses e também professores de outros estados.

Investimentos
Com o intuito de apoiar cada vez projetos voltados à saúde pública, a Diretoria Executiva da Fundação Araucária fez a suplementação de recursos junto ao CNPq, referente ao PPSUS Edição 2015, e disponibilizou mais R$ 596.520,40 para o financiamento de outros cinco projetos.

Fonte: Comunicação Fundação Araucária.

Tags: