Governo de Santa Catarina ajuda a resgatar memória escolar do século passado

Alunos com uniformes bem-comportados em desfiles cívicos, aulas de ginástica e apresentações do coral são algumas das cenas representadas no e-book Imagens da Escola Primária no Bra­sil (1920-1960), produzido com apoio financeiro do CNPq, da Udesc (Universidade do Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina) e da Fapesc (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina).

“As imagens que o compõem, selecionadas por nossos pares entre muitas disponíveis em acervos públicos e privados, revelam, já de partida, um olhar particular: o de quem seleciona. Esta forma de seleção acena para um trabalho que envolveu muitos olhos, mãos e redes (digitais, acadêmicas, de sociabilidades…)”, lê-se no prefácio do livro, em português, espanhol e inglês. Nas três línguas foram escritas legendas das fotos, a começar pelas do primeiro capítulo, Arquitetura e Artefatos. Nele, são mostradas desde escolas rurais com teto de palha no Acre, até aquelas que ocupavam prédios considerados modernos para a época (1950), como a Escola Parque de Salvador. No capítulo Atividades Escolares, fotos ainda mais dinâmicas como a de estudantes de educação física na localidade de Hamônia, atual Ibirama, década de 1940.  Ainda mais antiga, de 1924, é a imagem do Grupo Escolar Diegues Junior, Maceió, Alagoas.

Professores e alunos – título do terceiro capítulo – foram retratados em 1936 na Escola Isolada Municipal João Bortoluzzi, Costão da Serra, Urussanga, Santa Catarina, entre outros locais, sejam eles mistos ou exclusivos para meninos ou meninas. A intenção é oferecer um mosaico de formas de escolarização da infância brasileira, segundo a Professora Doutora Vera Gaspar, do Programa de Pós-graduação em Educação da Udesc.

Ele coordena a pesquisa “Artefatos e tecnologias em discursos: Análise de políticas educativas em perspectiva sócio-histórica comparada” , submetido pelo Observatório de Práticas Escolares ao Edital de Chamada Pública Fapescnº 01/2016 – Apoio à Infraestrutura para Grupos de Pesquisa da Udesc.

Parte dos recursos para a produção do e-book veio deste projeto “guarda-chuva”, que agrega um conjunto de iniciativas do Observatório de Práticas Escolares da UDESC. Como eixo central está a investigação de discursos inscritos em documentos norteadores de políticas públicas, que permitem identificar estratégias para a composição material da escola e suas implicações na formação de professores, bem como diferentes formas de apropriação pedagógica.

O trabalho tem abrangência internacional e envolve particularmente Brasil, Portugal, Espanha, França, Uruguai e Argentina, configurando-se em estudo socio-histórico-comparado. A equipe é composta por docentes-pesquisadores e alunos do Programa de Pós-Graduação da UDESC, os quais se vinculam por meio de diferentes projetos.

O e-book está disponível em: https://issuu.com/gpobjetosdaescola/docs/imagens_da_escola_final_corrigido_p

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da Fapesc.

Tags: