Governo do Acre divulga edital de Programa de Apoio a Pesquisas Estratégicas para o CVT Bambu

O governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre (Fapac), em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect) e a Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), lançou nesta quarta-feira, 10, no Diário Oficial do Estado, o edital do Programa de Apoio a Pesquisas Estratégicas – CVT Bambu.

A publicação é voltada para pesquisadores com titulação mínima de mestrado, e tem por objetivo apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e/ou de inovação, mediante apoio financeiro a trabalhos destinados à promoção do desenvolvimento da cadeia produtiva do bambu. As inscrições estão abertas até o dia 10 de fevereiro, e devem ser feitas por meio do site da Fapac.

As propostas precisam seguir alguma das seguintes temáticas: manejo integrado de pragas do bambu; uso do bambu para biorremediação de solos/águas contaminados; bambu e energia (carvão/hidrogênio); desenvolvimento de fibrocompósitos poliméricos de bambu; desenvolvimento de fibra e produtos têxteis de bambu; produção e desenvolvimento de boas práticas para produção de alimentos com bambu; desenvolvimento de objetos e novos produtos do setor moveleiro utilizando bambu; projetos de mobilidade urbana utilizando bambu; e inovação tecnológica aplicada a sistemas construtivos com uso do bambu.

O edital destinará o valor de R$ 35 mil, referente à contrapartida do governo por meio do convênio do Centro Vocacional Tecnológico do Bambu. O resultado final será publicado no dia 9 de março, no site da Fapac e no DOE.

“No fim de 2017, tivemos a seleção de cinco pesquisadores que foram contratados no fim de 2017, e agora é mais uma oportunidade para os que queiram pesquisar na área de desenvolvimento de projetos tecnológicos do bambu. São novas 10 áreas que não foram contempladas no outro edital, mas que precisam ser pesquisadas”, diz o diretor-geral da Fapac, Mauro Ribeiro.

De acordo com a secretária de Ciência e Tecnologia, Renata Souza, o governo do Estado acredita no potencial do bambu, portanto, fomenta cada vez mais as pesquisas e estruturas neste setor: “No fim de fevereiro teremos o lançamento do prédio do CVT Bambu, que será o laboratório onde esses pesquisadores e a comunidade em geral poderão utilizar para fazer suas pesquisas, ver os resultados e acompanhar o desenvolvimento dessa cadeia produtiva”.

O diretor-presidente da Funtac José Luiz Gondim, salienta que “o edital cumpre com meta do convênio e garante o cumprimento de seu objeto, como uma ação do governo que viabiliza a criação de novas alternativas para o desenvolvimento econômico do estado do Acre.”

Fonte: Notícias do Acre (texto: Márcia Moreira).

Tags: