| Em 18/06/2018

Parceria entre Fundect e UEMS forma novos doutores em universidade de Portugal

Uma parceria inédita entre Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e Fundect, está formando a primeira turma de doutores em universidades fora do País com recursos do Governo do Estado.

É o caso da Zootecnista e agora doutora, Karla Vercesi, que acaba de defender sua tese de doutorado na universidade de Aveiro em Portugal. A nova doutora de Mato Grosso do Sul participa de estudos sobre uma espécie de camarão encontrada nos rios do Pantanal.

Karla terminou seu Mestrado na UEMS campus de Aquidauana, e viu nesta parceria a oportunidade de dar continuidade à sua pesquisa e a sua formação profissional.

“Desde minha graduação participo de projetos de iniciação científica comandados pela Professora Liliam Hayd, sendo assim, já trabalho com essa espécie de camarão há um bom tempo. A oportunidade do doutorado deu continuidade à minha pesquisa, que dentre outros aspectos analisa a salinidade necessária para o desenvolvimento dessa espécie, hoje eu sou a primeira doutora a defender sua tese fora do país com o apoio do Governo do Estado”, afirma orgulhosa.

Para a Bióloga da UEMS Aquidauana e orientadora da Karla em seu doutoramento, Prof. Drª Liliam Hayd, a parceria trouxe a oportunidade de continuidade da formação profissional da Karla e de mais dois estudantes que fazem parte do convênio.

“Funciona assim, nossos três doutorandos ficam um ano em Aveiro desenvolvendo a pesquisa, depois retornam para o Campus da UEMS em Aquidauana para análise nas espécies por igual período. Em seguida retornam para Aveiro onde fazem os últimos ajustes e em seguida participam da banca. Parcerias como essa são de grande importância para o desenvolvimento científico do Estado”, conclui a doutora.

O diretor-presidente da Fundect, Prof. Márcio de Araújo Pereira, ressalta a importância deste investimento em formação de recursos humanos e pesquisa.

“Investir na formação destes novos doutores é investir no desenvolvimento científico do Mato Grosso do Sul. Precisamos garantir que mais parcerias de sucesso como essa sejam firmadas, garantindo oportunidades para mais pesquisadores do nosso Estado”, conclui Márcio.

Fonte: Comunicação Fundect.