| Em 05/09/2018

Parcerias internacionais são apresentadas a pesquisadores no Espírito Santo

Foto: Letícia Santana / Confap.

Cientistas capixabas poderão colaborar com pesquisadores e instituições da Europa por meio de parcerias e cooperações científicas. Representantes de programas e entidades apresentaram essas oportunidades no Internationalization Day, o Dia da Internacionalização, realizado no dia 29 de agosto, em Vitória (ES), dentro da programação do Fórum do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap).

O seminário foi organizado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (Fapes), no campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Os participantes puderam conhecer programas, entidades e redes de colaboração existentes entre Brasil e União Europeia, por meio dos acordos de cooperação existentes entre o Confap e a Delegação Europeia.

Um dos destaques apresentados foram as oportunidades oferecidas por meio do Programa Horizonte 2020, maior programa de pesquisa e inovação da União Europeia. Propostas podem incluir pesquisadores, universidades, empresas e instituições de países de fora do bloco, como o Brasil, em pesquisas conjuntas aplicadas por um parceiro europeu, desde que o consórcio firmado obtenha a aprovação de contrapartida nacional proveniente de uma FAP. Foi apresentado o documento com uma seleção de chamadas de interesse para o Brasil, para o período 2018-2019, selecionados pelo Confap e pela Delegação Europeia, e disponível no site do Confap.

Foto: Letícia Santana / Confap.

Outro ponto importante foi a apresentação do Enrich Brazil (European Network of Research and Innovation Centres and Hubs). O Enrich no Brasil oferece serviços às empresas como suporte à internacionalização, networking, treinamentos, aceleração de negócios, atração de investimentos, entre outros. A ideia é que o centro funcione como ponto de contato para empresas e instituições que possuem interesse em realizar negócios, pesquisa e inovação nos países integrantes do consórcio. A coordenação é feita pelo Instituto Fraunhofer IPK, integrante da maior organização de pesquisa aplicada da Europa, a Sociedade Fraunhofer, que possui mais de 80 centros espalhados no mundo, tendo como base uma rede de 67 institutos na Alemanha. No portfólio do Enrich estão, por exemplo, a organização de rodadas de negócios, sessões de pitching (defesa de uma ideia de forma breve e cativante), realização de estudos e análises competitivas, participação em feiras e exposições comerciais, workshops, consultorias legal e financeira, treinamento em internalização e intercâmbio científico, entre outros.

Durante a sessão também foi aberto espaço para a apresentação do Euraxess Brazil, Enterprise Europe Network Brazil, Conselho Britânico e Fundo Newton. As oportunidades apresentadas no Espírito Santo também podem ser aproveitadas por instituições de ensino e pesquisa de todo o Brasil, por meio das FAPs.

Coordenação de Comunicação Social do Confap, com informações da Fapes.