São aprovados 56 projetos para pesquisar melhorias e soluções para o SUS-BA

Voltados para atendimento de prioridades do Sistema Único de Saúde, 56 projetos de pesquisa baianos foram aprovados no edital do Programa de Pesquisa para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde (PPSUS). A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) é uma das quatro instituições responsáveis por avaliar e acompanhar as propostas que receberão mais de seis milhões de reais, num total de investimentos. A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Ministério da Saúde (Decit/SCTIE) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O edital PPSUS é pensado para apoiar e fortalecer o desenvolvimento de pesquisas em áreas prioritárias de saúde, respondendo às demandas de cada Unidade Federativa (UF). A ação aproxima sistemas estaduais de saúde das descobertas na comunidade científica, proporcionando articulação entre os atores locais e a Política Nacional de Saúde. Lázaro Cunha, diretor geral da Fapesb, afirma que a reunião de instituições relevantes é um ganho para entrelaçar comunidade científica e soluções de problemas em saúde. “Quando a inovação tecnológica atende questões de entrave na sociedade, a razão de ser da ciência toma ainda mais corpo para a comunidade”, completa.

Todas as 124 propostas enquadradas seguiram para dois momentos de avaliação, com pareceristas de dentro e fora da Bahia. Cada projeto foi submetido à análise de quatro consultores, que deram notas de mérito técnico-científico e socioeconômico. Após ranking de classificação a partir da média geral, 70 projetos entraram na lista, com contratação dos 56 primeiros colocados. Todos serão supervisionados através de Seminários de Avaliação e Acompanhamento.

PPSUS-BA

Criado para descentralizar o fomento às pesquisas em saúde, o PPSUS contribui para o fortalecimento do esforço nacional em ciência, tecnologia e inovação (CT&IS) no contexto do Sistema Único de Saúde. Neste edital, o PPSUS-BA financia propostas num montante de R$ 6.464.415,54 (seis milhões quatrocentos e sessenta e quatro mil, quatrocentos e quinze reais e cinquenta e quatro centavos).

O intuito do PPSUS-BA é fomentar projetos de pesquisa que consigam, a curto e médio prazo, apresentar caminhos para os programas de saúde pública do estado da Bahia. A parceria entre entes públicos é significativa para o avanço do programa, já que a responsabilidade pela administração dos recursos não é apenas do Governo Federal. Os estados recebem as verbas para analisar as prioridades e direcionar investimentos.

Fonte: Comunicação Fapesb.

Tags: