| Em 12/04/2017

Sinapse da Inovação articula rede de parceiros no Espírito Santo

Entre os dias 28 e 30 de março, foi realizado em todas as mesorregiões do Espírito Santo o Workshop do programa Sinapse da Inovação. Os encontros, promovidos pela Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti), por meio de sua Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação – Fapes e da Fundação Certi, aconteceram nas cidades de São Mateus (Região Norte), Colatina (Região Central), Linhares (Região Central), Vitória (Região Metropolitana) e Cachoeiro de Itapemirim (Região Sul).

Os workshops foram realizados com o objetivo de apresentar o programa Sinapse da Inovação, assim como seu histórico e resultados em outros estados; apresentar o Ecossistema de Inovação do Espírito Santo; e formar a rede de parceiros do programa em cada região. As cinco cidades somaram 215 participantes, representantes de 106 instituições entre órgãos do governo, incubadoras, ICTI’s, empresas e entidades de apoio.

No início do ano, a Fundação Certi realizou um estudo do Ecossistema de Inovação do Espírito Santo no intuito de identificar principais vocações, potenciais, tendências e oportunidades para cada mesorregião do estado. Os resultados do estudo foram apresentados e discutidos nos eventos e os dados servirão de base para a definição dos setores e das temáticas que serão priorizados no edital do programa.

Para o diretor-presidente da Fapes, José Antonio Bof Buffon, o programa contribuirá para o fortalecimento dos setores econômicos já estabelecidos: “O Sinapse da Inovação é uma estratégia de governo para estimular a inovação no estado, alavancar a economia e desenvolver as áreas portadoras de futuro. Os eventos marcaram o início da ação cooperada dos atores de empreendedorismo e inovação em prol da transformação de ideias inovadoras em negócios”, finaliza Buffon.

O diretor executivo do Centro de Empreendedorismo Inovador da Fundação Certi, Leandro Carioni, afirma que os workshops foram importantes para a construção da identidade do programa Sinapse da Inovação Espírito Santo: “É fundamental integrarmos e alinharmos o Sinapse da Inovação aos ativos existentes em cada mesorregião. Essa edição do Sinapse é exclusiva para o Espírito Santo e deve ser construída baseada nas parcerias com os atores locais”, completa Carioni.

O presidente do Sindinfo, Luciano Raizer, é um dos apoiadores do programa e acredita no potencial inovador do estado: “O Sinapse será um programa de grande importância para o ecossistema de tecnologia e inovação que estamos construindo no Espírito Santo. Será a mola propulsora de ideias inovadoras que esperamos converter em negócios de sucesso. O Sindinfo, que tem em sua missão apoiar a construção desse ecossistema, apoia este programa por entender que trata-se de um elemento essencial para o estímulo à inovação no estado”, afirma Raizer.

A Secti, por meio da Fapes e da Fundação Certi, agradece a todos que puderam participar dos eventos, contribuindo para as ações de incentivo ao empreendedorismo inovador do Espírito Santo, junto ao Sinapse da Inovação. Interessados em fazer parte dessa rede podem entrar em contato pelo e-mail: sinapse.es@sinapsedainovacao.com.br.

Próximos Passos
Após o lançamento do edital, serão realizados diversos eventos e ações de divulgação do programa, com o apoio da rede de parceiros resultante dos Workshops Sinapse, para atingir a todos os empreendedores e potenciais empreendedores do estado.

A etapa de seleção do programa tem início com a abertura do edital e é composta por três fases: Submissão de Ideias; Projeto de Empreendimento; e Projeto de Fomento. As ideias são avaliadas por especialistas fase a fase e, no final, até 70 projetos serão contemplados com a subvenção econômica da Fapes e todos os benefícios oferecidos pelo Sinapse, como: capacitações de alto nível para o desenvolvimento do produto e negócio das startups; Networking; Parcerias Estratégicas; Conexões e; Suporte e Apoio aos empreendedores durante toda a participação do programa.

Fonte: Fundação Certi e Fapes.