Faps

Sobre as FAPs

Encontre uma FAPs

Escolha um estado:

Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná - FA

Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná - FA

A Fundação Araucária busca o desenvolvimento social, econômico e ambiental do estado do Paraná, por meio de investimentos em ciência, tecnologia e inovação.


Ramiro Wahrhaftig Presidente

Ramiro Wahrhaftig

Engenheiro Civil formado pela UFPR, com mestrado em Planejamento Energético, pela UFRJ e doutorando em Tecnologia e Inovação, na Universidade de Tecnologia de Compiègne – UTC, França. Interrompeu seus estudos em 1995 para assumir a pasta de secretário de Estado da Educação do Paraná.

É pesquisador visitante na Universidade do Texas em Austin, EUA, onde é Research Fellow do IC2 Institute. Também foi pesquisador visitante na Universidade de Tecnologia do Twente, Holanda, na Universidade McGill, Canadá, e na Universidade do Texas em Austin, EUA. Já foi secretário de Estado da Educação do Paraná (1995-1998), também secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (1999-2002), acumulando em 2002 a Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Turismo.

Nos últimos anos esteve na Itaipu Binacional, como diretor de Coordenação e assessor do diretor Geral (2017) e, por último, ocupou o cargo de Diretor Superintendente do Parque Tecnológico de Itaipu (2017-2018). Com importante participação na elaboração do plano de governo de Ratinho Junior. 

Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE

Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco - FACEPE

A Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) promove o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado de Pernambuco, por meio do fomento à ciência, tecnologia e inovação, mantendo estreita sintonia com o atendimento às suas necessidades socioeconômicas.


José Fernando Thomé Jucá Presidente

José Fernando Thomé Jucá

Engenheiro Civil pela Universidade Federal de Pernambuco, Mestre em Engenharia Civil/Geotecnia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Doutor pela Universidad Politécnica de Madrid e Pós Doutor pela Universidade de São Paulo (2011). Professor titular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Pesquisador do CNPq, com bolsa de produtividade 1B desde 2005. Em 1994 criou o Grupo de Pesquisa em Geotecnia Ambiental (GRS/UFPE), onde coordena vários projetos de pesquisa financiados por agências de fomento, dentre eles Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (PRONEX), P&D CHESF/ANEEL, BNDES e FINEP, nas áreas de Geotecnia Ambiental, Bioenergia e Tecnologias para Tratamento de Resíduos Sólidos. Atualmente coordena a Rede de Pesquisa Biogás para estudos do Aproveitamento Energético do Biogás em Aterros de Resíduos Sólidos, financiada pela FINEP; desenvolve o projeto Geotecnia Ambiental Aplicada a Aterros de Resíduos Sólidos financiado pelo CNPq e participa do projeto Cidades Sustentáveis por Meio do Planejamento e Tecnologias Inovadoras, executado pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE-DF). Nos últimos 10 anos publicou 32 artigos em periódicos especializados e 120 trabalhos completos em congressos nacionais e internacionais. Possui 5 livros publicados, 6 livros organizados e 10 capítulos de livros publicados. A partir da criação do Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Pernambuco, em 1995, orientou 46 dissertações de mestrado, e a partir da implantação do doutorado (em 2000) orientou 21 teses. É membro da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS), da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), das sociedades internacionais: International Society of Soil Mechanics and Geotechnical Engineering (ISSMGE) e International Solid Waste Association (ISWA). Pertence ao Comitê Editorial do Journal of Geological Resource and Engineering (USA), da Revista Portuguesa Geotecnia e da Revista Resíduos da Espanha, além de ser consultor de vários periódicos. No período de 1995 a 1998 foi Presidente do Instituto Tecnológico do Estado de Pernambuco (ITEP) e de 2005 a 2010 foi Diretor do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (CETENE), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Em 2009 recebeu o Título de Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico da Academia Brasileira de Ciências por suas contribuições científicas e técnicas para o desenvolvimento científico do Brasil. Em 2011 foi membro do Comitê do XXV Prêmio Jovem Cientista (CNPq/Fundação Roberto Marinho) cujo tema foi ?Cidades Sustentáveis?. Entre 2012 e 2014 coordenou o projeto "Alternativas tecnológicas para o tratamento dos resíduos sólidos urbanos no Brasil, com base na experiência da Europa, Estados Unidos e Japão", financiado pelo BNDES. Em 2015 é o ganhador do Prêmio Fundação Bunge em Saneamento Básico (Resíduos Sólidos Urbanos) e em 2018 é o ganhador do Prêmio Terzaghi da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS). Em 2019 foi escolhido para ministrar a 15o Palestra Milton Vargas da ABMS.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí - FAPEPI

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí - FAPEPI

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (FAPEPI) é a única agência de fomento ao desenvolvimento científico e tecnológico do Piauí. É uma fundação do Governo Estadual, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnologia (SEDET). Os recursos financeiros são assegurados pela Constituição do Estado


Antonio Cardoso do Amaral Presidente

Antonio Cardoso do Amaral

Licenciado em Matemática (UESPI/2004) e Mestrado em Ensino de Matemática (UFPI-PROFMAT/2014). Professor de Matemática na rede estadual piauiense de ensino, atuando no Ensino Fundamental e Ensino Médio na escola estadual CETI Augustinho Brandão, de Cocal dos Alves (PI) desde 2003. É responsável pelo projeto de incentivo e treinamento de alunos para as Olimpíadas de Matemática no município, onde tem conseguido colaborar para excelentes desempenhos, ajudando na difusão do conhecimento e na inserção de jovens no mundo das ciências, a partir das aulas de Matemática. Agraciado pelo Ministério da Educação em 2015 com o Prêmio Anísio Teixeira, no aniversário de 65 anos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), onde atua como membro do Conselho Técnico Científico da Educação Básica (CTC/EB). Atuou como especialista na área de Matemática para a elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) na primeira e segunda versões nos anos de 2015 e 2016.

Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ

Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ

Criada em 1980, a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) é a agência de fomento à ciência, à tecnologia e a inovação do Estado do Rio de Janeiro. Vinculada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, sua missão é estimular atividades nas áreas científica e tecnológica, apoiando o desenvolvimento de projetos e programas de pesquisadores e empreendedores vinculados a instituições de ensino e pesquisa ou a empresas públicas e privadas.


Jerson Lima Presidente

Jerson Lima

Professor titular do Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo De Meis, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) desde 1997, Jerson Lima Silva é o vigésimo a ocupar o cargo de presidente da FAPERJ. Coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Biologia Estrutural e Bioimagem (Inbeb), o professor também coordena o Centro Nacional de Ressonância Magnética Nuclear Jiri Jonas. Pesquisador reconhecido, Lima Silva é membro efetivo da Academia Brasileira de Ciências desde 1999, membro da Academia Mundial de Ciências (TWAS) para o Avanço da Ciência em Países em Desenvolvimento, e, em 2011, tornou-se um dos membros titulares mais jovens da centenária Academia Nacional de Medicina (ANM), na Seção de Ciências Aplicadas à Medicina.

Pesquisador 1A do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o pioneirismo de seu trabalho em Biologia Estrutural lhe valeu inúmeros prêmios e distinções incluindo a concessão da Ordem Nacional do Mérito Científico pela Presidência da República do Brasil, na classe de Comendador (2002) e na classe de Grã-Cruz (2009). Tais pesquisas levaram a avanços no entendimento do enovelamento das proteínas, da formação de complexos multimoleculares, tais como vírus, e da formação de agregados proteicos e proteínas com a conformação alterada. Estes últimos são responsáveis pela fisiopatologia de inúmeras doenças humanas, tais como câncer, doença de Parkinson e doenças causadas por Príons.

Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte - FAPERN

Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte - FAPERN

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN) apoia e fomenta a realização da pesquisa científica, tecnológica e a inovação para o desenvolvimento humano, social e econômico do Rio Grande do Norte.


Gilton Sampaio de Souza Presidente

Gilton Sampaio de Souza

Gilton Sampaio de Souza é graduado em Letras (1992), pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), é Mestre em Linguística Aplicada (1999), pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Doutor em Linguística e Língua Portuguesa (2003), pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Tem Pós-Doutarado em Estudos Comparados, Língua Portuguesa e Língua Francesa, pela Université Paris 8 Vincennes-Saint-Denis (2011). É professor do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERN e do Programa de Mestrado Profissional em Letras em rede nacional (Profletras). Foi diretor do Campus da UERN (Pau dos Ferros) de 2007 a 2016.