| Em 24/02/2021

Edital destina R$ 1 milhão para pesquisadores da Udesc desenvolverem projetos com empresas, governo estadual e municípios de Santa Catarina

 

Está aberto o edital de chamada pública para pesquisadores da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) de diferentes áreas de conhecimento submeterem projetos de pesquisa aplicada em Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI). O objetivo é que as propostas tragam solução para um problema concreto de uma entidade parceira, como empresa privada, órgão público do governo estadual (executivo, legislativo ou judiciário) ou prefeitura catarinense. O valor global é de R$ 1 milhão.

Programa de Apoio à Pesquisa Aplicada é fruto de cooperação entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e a Udesc para o desenvolvimento científico e tecnológico – cada instituição vai destinar R$ 500 mil para a chamada pública.

“A Fapesc e a Udesc, preocupadas com a interação da academia com o setor produtivo e com o governo, idealizaram esta chamada pública. O objetivo é gerar uma aproximação entre os pesquisadores e as instituições públicas e privadas com foco no desenvolvimento de pesquisa, ciência e inovação. Acreditamos que o edital é importante para o ecossistema de CTI e que, com certeza, trará resultados positivos para Santa Catarina”, afirmou o presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen.

As submissões das propostas na Plataforma de CTI da FAPESC devem ser feitas entre 01 de junho a 02 de julho. Antes, no entanto, os pesquisadores da Udesc precisam ser pré-selecionados em um edital interno da Universidade, que foi publicado na sexta-feira, dia 19 de fevereiro. 

A chamada pública é destinada a professores doutores efetivos da instituição, integrantes de grupos de pesquisa certificados pela Udesc, que podem submeter proposta para receber até R$ 80 mil por meio do edital – empresa privada, órgão público do governo estadual ou prefeituras dos municípios catarinenses deverão oferecer contrapartida financeira correspondente a, no mínimo, 30% do valor total previsto para o projeto.

A pesquisa deve ser feita em 24 meses. A previsão é de que a celebração do Termo de Outorga seja assinado a partir de 10 de agosto.

 

 

Fonte: FAPESC 

 

> Siga o Confap nas Redes Sociais:   

FACEBOOK   /   LINKEDIN   /   TWITTER    /    INSTAGRAM   /   YOUTUBE