| Em 22/12/2020

Nova edição do Centelha Amapá terá R$ 800 mil para financiar ideias inovadoras

 

A nova edição do Programa Centelha Amapá, com edital que será lançado pela Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeap) em 2021, vai ofertar R$ 800 mil para a criação e financiamento de empreendimentos inovadores no Estado do Amapá.

O programa estimula a geração de novas ideias e a disseminação da cultura do empreendedorismo inovador, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais.

Para a diretora-presidente da Fapeap, Mary Guedes, o programa é fundamental para o desenvolvimento do Estado. “Ele vem realizar a ligação entre a concepção de ideias nas universidades e a aplicação da ciência e tecnologia gerada em soluções inovadoras para o mercado”, destacou.

Do valor disponibilizado, R$ 600 mil são oriundos da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e R$ 200 mil do Governo do Estado. Os participantes receberão capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. Em 2019, o primeiro edital obteve 179 inscrições, das quais 15 foram selecionadas e estão concluindo o processo de aceleração para entrada no mercado.

Novas tecnologias

Entre os selecionados na primeira edição está o técnico em informática Silvestre Lopes, de 35 anos, que desenvolveu o projeto Zangão, que consiste na criação e produção de um drone para agrimensura e georreferenciamento, que possibilitará fazer medições de terreno em áreas de difícil acesso.

De acordo com o autor da proposta, que também é estudante de engenharia da computação, o projeto baseia-se da seguinte forma: o drone captura imagens da propriedade, analisa os dados coletados, de forma tridimensional, e envia diretamente para o programa utilizado pelo operador, em solo, os dados de área, vegetação, temperatura do ambiente, rota traçada.

“O projeto Zangão determina como público alvo os setores que desenvolvem políticas ambientais de preservação, segurança, reflorestamento, como também setores públicos ou privados de agrimensura, agronegócio e outros interessados em georreferenciamento”, explicou Silvestre.

Ele acrescenta ainda que isso é possível, pois o Zangão executa toda a informação simultaneamente, por meio de registros fotográficos e de imagens de vídeo por diferentes ângulos, podendo chegar a lugares onde a limitação humana não permite alcançar.

O Programa

O Centelha é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), com promoção da Finep, para estimular a criação de empresas inovadoras em setores estratégicos em todo o país. No Amapá, o programa é executado pela Fapeap, e tem parceria com a Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec) e com o Sebrae Amapá.

 

> Siga o Confap nas Redes Sociais:   

FACEBOOK   /   LINKEDIN   /   TWITTER    /    INSTAGRAM   /   YOUTUBE