| Em 10/06/2020

Plataforma de gamificação e monitoramento de desempenho qualitativo de alunos é lançada na Paraíba

(Imagem: Divulgação Sapientia)

 

Nesta segunda-feira, 08 de junho, foi lançado o “Sapientia”, um aplicativo gratuito de monitoramento do desempenho qualitativo que se utiliza de elementos de gamificação para engajar os alunos. O projeto é um dos aprovados no Centelha-PB, programa federal de aceleração de startups que conta com a contrapartida do Governo da Paraíba e é executado no estado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba – FAPESQ.

O Sapientia permite que o estudante se envolva nos desafios propostos, nos questionamentos e resolução de problemas, proporcionando melhora no processo de aprendizado enquanto atividade lúdica. Os professores terão em mãos uma ferramenta compatível com a educação 4.0 que insere o aluno no centro do processo de aprendizagem e que pretende ser a centelha de uma nova forma de educar.

Criado por professores da rede pública da Paraíba e estudantes de computação da UFCG, a plataforma já adquiriu alguns prêmios importantes, além da aprovação no Programa Centelha-PB, como o Mestres da Educação, concedido pelo governo da Paraíba, o certificado de Professor Transformador, do Bett Educar e foi finalista do Campus Mobile, do Instituto Claro.

Testes e validação do aplicativo foram feitos no ano passado junto aos estudantes da Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) Monsenhor José da Silva Coutinho, localizada em Esperança-PB. Durante o isolamento social a ferramenta se mostrou eficaz, integrada às ferramentas do Paraíba Educa, sistema para Educação em Regime Especial da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia da Paraíba (SEECT).

Isso fez com que a equipe decidisse lançar de forma gratuita para todo professor do ensino básico, seja da rede pública ou privada. É um contexto que requer sensibilidade e solidariedade com os profissionais que estão enfrentando os desafios de ensinar remotamente e a equipe do Sapientia decidiu se aliar aos professores e alunos nesse momento tão difícil.

O projeto conta ainda com a subvenção financeira através do Programa Centelha-PB. O Centelha nasceu de uma demanda do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), junto à Finep e ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) para a construção de um programa nacional de fortalecimento dos sistemas locais de inovação, com o fomento a startups e ideias inovadoras.

O presidente da Fapesq-PB, Roberto Germano, articulou a execução do programa na Paraíba: “O Centelha-PB é um marco importante da inovação no estado da Paraíba. É voltado a estimular a criação de empreendimentos e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador”, destaca Germano. Ao final do processo de seleção foram aprovados 31 projetos, entre eles, o Sapientia.

O Sapientia é mais que uma sala de aula

O app utiliza ferramentas da gamificação para apresentar aos alunos que o seu bom desempenho acadêmico, e o da sua turma, tem como fatores predominantes sua frequência, participação, resolução/entrega das atividades, bom comportamento, envolvimento nas aulas entre outros aspectos. Todos esses fatores somados refletem no processo de ensino aprendizagem, e consequentemente, nas notas dos alunos.

Com isso, o sistema possibilita trazer aos docentes, discentes e seus responsáveis dados para o acompanhamento do desempenho qualitativo, tornando, assim, alunos pouco participativos em alunos ativos.

No Sapientia, ocorre uma inversão da metodologia tradicional de pontuação: todo aluno começa com a nota 10, simbolizada pelo valor de 10.000 SapiensCoins (moeda virtual da plataforma). Esse valor é atualizado negativamente sempre que o aluno têm uma prática nociva ao seu processo de aprendizagem (como não fazer ou entregar uma atividade ou não participar da aula online, por exemplo), como também é atualizado positivamente sempre que ele participa das aulas, faz uso da criatividade, demonstra atitudes protagonistas, etc.

As métricas são totalmente customizáveis pelo professor, que decide como pontuar e qual valor atribuir para cada métrica. Outra inovação do sistema é a capacidade de doação dos SapiensCoins entre os alunos, incentivando assim, a solidariedade.

O aplicativo está disponível na Playstore para os professores baixarem de forma gratuita através do link.

A versão para IOS está em desenvolvimento e deve sair em breve.

Para saber mais informações, basta acessar a landing page www.sapientiaedu.com.br, o site sites.google.com/view/sapientiaedu/home ou o canal do Youtube.

É possível entrar em contato com os criadores através do:

Instagram: @sapientia_edu
E-mail: sapientiaeduca@gmail.com
Whatsapp: 83 98675-9524

 

Fonte: FAPESQ 

 

> Siga o Confap nas Redes Sociais:    FACEBOOK   /   LINKEDIN   /   TWITTER    /    INSTAGRAM