Faps

Sobre as FAPs

Encontre uma FAPs

Escolha um estado:

Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre - FAPAC

Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre - FAPAC

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Acre - FAPAC, foi criada em 17 de fevereiro de 2012, pela Lei Complementar nº 246.


Antônio Aurisérgio Sérgio de Menezes Oliveira Presidente

Antônio Aurisérgio Sérgio de Menezes Oliveira

Antônio Aurisérgio Sérgio de Menezes Oliveira, é graduado em Geografia pela Universidade Federal do Acre (UFAC), foi diretor executivo do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre), e diretor do Departamento Estadual de Água e Saneamento do Acre (DEPASA). 

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas - FAPEAL

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas - FAPEAL

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (FAPEAL) exerce atividades de fomento à pesquisa e indução tecnológica, além de ser a gestora em Alagoas do Ponto de Presença (PoP) da Rede Nacional de Pesquisa (RNP). Nos seus 25 anos de atividade, a Fundação vem desempenhando um importante papel no desenvolvimento científico e tecnológico do Estado.


João Vicente Ribeiro Barroso da Costa Lima Presidente

João Vicente Ribeiro Barroso da Costa Lima

João Vicente Ribeiro Barroso da Costa Lima é sociólogo, doutor em Sociologia e Professor Associado IV da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Pesquisa na confluência entre a Sociologia Ambiental, Sociologia Econômica e Sociologia do Desenvolvimento (humano e sustentável). Foi coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Ufal.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá - FAPEAP

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá - FAPEAP

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá (FAPEAP), criada pela Lei 1.438 de 30 de dezembro de 2009, vinculada à Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (SETEC), é uma Fundação de direito público, com autonomia administrativa e financeira, sede e foro na Capital do Estado e jurisdição em todo o território amapaense.


Mary de Fátima Guedes dos Santos Presidente

Mary de Fátima Guedes dos Santos

Graduada em Licenciatura em Economia Doméstica pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro-UFRRJ (1990), Especialista em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal do Pará-UFPA, Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba (2004) e Doutora em Agronomia (Agricultura Tropical, Fisiologia da Pós-colheita) pela UFPB incluindo Estágio de Doutorado no Exterior em Qualidade de Óleos Vegetais no Departamento de Caracterización y Calidad del Instituto de la Grasa (CSIC), da Espanha (2011).

Mary é pesquisadora do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa) e também atua como Professora da Faculdade Estácio-Seama, além de consultora do Serviço de Apoio a Pequena e Média Empresa do Estado do Amapá-SEBRAE na área de Segurança Alimentar. Tem experiência na área das Ciências Agrárias, com ênfase na Tecnologia de Alimentos, Fisiologia vegetal, Bioquímica Pós-Colheita, Óleos vegetais e Microbiologia de Alimentos, atuando principalmente nos seguintes temas: qualidade de frutos e óleos vegetais, composição centesimal, compostos funcionais, antioxidantes e boas práticas agrícolas e de fabricação.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas - FAPEAM

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas - FAPEAM

A missão da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) é financiar projetos de pesquisa, tecnologia, inovação e de difusão científica relevantes para o desenvolvimento do Estado do Amazonas. Apoiar a formação de recursos humanos, desde o ensino fundamental até o pós-doutorado em variadas áreas do conhecimento. Promover a formação continuada dos colaboradores para o melhor desempenho de suas atividades.


Márcia Perales Mendes Silva Presidente

Márcia Perales Mendes Silva

Márcia Perales Mendes Silva é amazonense e ingressou como docente na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em 1986. É especialista em Fundamentos da Educação (1998) pela Ufam, possui mestrado (1996) e doutorado (2000) em Serviço Social em Políticas Públicas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Está finalizando o Pós-doutorado em Políticas Sociais pela Universidade de Brasília (UnB). É professora Titular da Ufam, onde atua nos Programas de Pós-Graduação em Serviço Social e Sustentabilidade na Amazônia, e Sociedade e Cultura na Amazônia. É líder do Grupo de Pesquisa em Processos de Trabalho e Serviço Social na Amazônia (Getra) desde 2001.

Entre os cargos ocupados, destacam-se o Reitora da UFAM, 2009 a 2017, sendo a única mulher a ocupar esta posição; vice-presidente da Associação Nacional de Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), 2014/2015; membro titular do Conselho Deliberativo Estadual do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae/AM), 2009 a 2017; representante da Andifes na Comissão de Monitoramento do Plano Nacional de Pós-Graduação e da Agenda Nacional de Pesquisa, 2012 a 2014; presidente do Fórum de Reitores da Região Norte, 2009 a 2011; desde 2013, é membro da Academia Amazonense de Letras; pró-reitora de Extensão e Interiorização, 2005 a 2009. Hoje, também atua como presidente-diretora da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

Coordenou Projetos de Pesquisa financiados pelo Instituto Observatório Social (IOS/CUT) sobre o comportamento sócio-trabalhista de empresas multinacionais da Zona Franca de Manaus; pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) sobre o Mercado de Trabalho do Assistente Social; pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) sobre a Rede de Garantia de Crianças e Adolescentes do Estado do Amazonas; e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) sobre o Sistema de Monitoramento e Avaliação da Rede de Tecnologia Social.

Nas publicações científicas, destacam-se os livros “O Assistente Social e as Mudanças no Mundo do Trabalho” (2005); “Expressões do Mundo do Trabalho Contemporâneo: um olhar para os trabalhadores do Parque Industrial de Manaus” (2010); “Serviço Social: da formação acadêmica ao exercício profissional” (2015); “Política de Segurança no Trânsito em Manaus” (2017), além de artigos, prefácios, capítulos de livros, etc.

Recebeu prêmios e comendas como de Melhor Projeto e menção Honrosa em Iniciação Científica por 7 anos consecutivos; Prêmio Nacional “Professor Samuel Benchimol”, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, na categoria Personalidade Amazônica 2011; Diploma de Destaque em Gestão de Qualidade Educativa e Prêmio Sapientiae, na categoria Universidades Federais; Título de Cidadã Benjaminense; Comendador da Ordem do Mérito Judiciário, Ordem do Mérito Judiciário, Cruz do Mérito do Amazonas, etc.


Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - FAPESB

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - FAPESB

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), instituição de direito público, foi criada em 27 de agosto de 2001, através da Lei Nº 7.888, com o objetivo de estimular e apoiar o desenvolvimento das atividades científicas e tecnológicas do Estado. A Lei N° 8.414, de 02 de janeiro de 2003, vincula a FAPESB à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação – SECTI.


Marcio Gilberto Cardoso Costa Presidente

Marcio Gilberto Cardoso Costa

Engenheiro Agrônomo (1996) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Mestrado Acadêmico (1998) e Doutorado (2002) em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); Doutorado-sanduíche (2000-2002) na Universidade da Flórida (EUA). Pós-doutorado (2015) na Universidade de Cornell (EUA). Professor Titular da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Diretor Geral da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), desde maio/2019. Líder do Grupo de Pesquisa Genética e Biotecnologia no CNPq. Membro do Comitê Científico e Tecnológico (CCT) do Consórcio Internacional em Biologia Avançada (CIBA), acordo de cooperação entre a EMBRAPA e Agropolis Internacional (CIRAD, INRA, IRD, Universidade de Montpellier, SupAgro). Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular (Nota 5) da UESC, no período de abril/2012 a março/2014. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal (Nota 4) da UESC, no período de abril/2017 a março/2019. Atua como orientador em nível de mestrado acadêmico e doutorado nos Programas de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular (PPGGBM) e Produção Vegetal (PPGPV) da UESC, na categoria docente permanente. O foco das pesquisas desenvolvidas concentra-se em análises genéticas e moleculares da resposta e tolerância das plantas à deficiência hídrica e aplicações da cultura de tecidos e transformação genética em estudos genéticos e funcionais e no melhoramento de plantas, com ênfase em culturas frutícolas como tomate, citros e cacau. Esses estudos têm como objetivos elucidar as bases genéticas e moleculares da tolerância à seca, bem como gerar estratégias para a aceleração dos programas de melhoramento genético. As abordagens experimentais incluem uso de tecnologias emergentes de sequenciamento de nova geração (NGS) para análise de genomas, transcriptomas e metilomas, uso de eletroforese bidimensional e espectrometria de massas para análise de proteomas, expressão heteróloga de enzimas e proteínas de interesse para estudos funcionais in vitro, estudos de função e regulação gênica em plantas transgênicas, desenvolvimento de métodos de cultura de células e tecidos e de transformação genética de plantas e transformação genética de plantas com genes de importância agronômica.